Varizes: entenda que problema é esse

Pernas bonitas e varizes é uma combinação difícil de acontecer. Isso porque os vasos doentes interferem negativamente na aparência e, o que é pior, comprometem a saúde. Quem tem varizes é portador de uma doença crônica.

Entenda como as varizes surgem, os sintomas e quem são os mais sujeitos a tê-las. Confira tudo isso na entrevista com o angiologista e cirurgião vascular do Instituto de Medicina e Diagnóstico (InMeD), Dr. Júlio Beserra Evaristo.

 

Viu como é importante cuidar das varizes o quanto antes? Elas não são brincadeira. O Sistema de Classificação de Doenças Venosas Crônicas (CEAP) enumera de 0 a 6 os tipos de varizes para padronizar os procedimentos médicos e tornar diagnóstico e tratamento uniformes e eficazes. Os casos mais leves caracterizam-se por veias pequenas e os mais graves por úlceras abertas (feridas) nos membros inferiores.

É importante deixar claro que as situações mais simples também possam eventualmente trazer complicações. Por isso, é importante procurar um angiologista/cirurgião vascular, que é um conhecedor da circulação do sangue. Ele realizará uma avaliação no próprio consultório, com ajuda de ferramentas, como fleboscópio e realidade aumentada, que, por meio de luzes especiais, podem ver veias doentes de forma mais profunda. Há ainda exames complementares para confirmar a doença, como o Ecodoppler Vascular, que mostra diâmetro e comprometimento dos vasos e as complicações já existentes.

Com base nas queixas do paciente e nos resultados dos exames, ele poderá classificar o tipo de varizes e iniciar o tratamento mais adequado. Estão entre as principais opções de tratar o problema:

– Hábitos mais saudáveis;
– Medicamentos flebotômicos (fortalecem as veias);
– Terapia compressiva;
– Escleroterapia (aplicação para varizes e telangiectasia);
– Tratamento cirúrgico.
A prevenção de varizes é possível. Ao afastar os fatores de risco é possível evitar a doença. Nos casos em que houver herança genética, os cuidados podem adiar o aparecimento e reduzir as complicações:
– Nada de sedentarismo! Faça atividade física regularmente;
– Mexa-se! Ficar muito tempo sentado ou em pé não faz bem aos vasos;
– Longe do cigarro! A nicotina e outras substâncias são inimigas de uma boa circulação;
– Alimente-se bem! Pense na qualidade, em vez de quantidade, e evite tudo que só leva à obesidade.
– Visite o especialista! Não espere sentir dor para verificar como está sua circulação sanguínea.

Saiba mais sobre o Dr. Júlio Beserra Evaristo

Formou-se em Medicina pela Escola Superior de Ciências da Saúde do Distrito Federal (ESCS), em 2011. A Residência Médica ocorreu em Cirurgia Geral no Hospital Geral de Carapicuíba/SP e em Cirurgia Vascular no Hospital de Base, em Brasília/DF. Ele é membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.
A escolha pela Medicina se deu ainda na infância e, hoje, é o único médico da família. O fascínio pelo complexo processo de circulação do sangue, que inclui um trabalho contínuo e esforçado de veias e artérias, resultou na decisão de dedicar-se à Angiologia e à Cirurgia Vascular.

Saiba mais sobre a InMeD

O Instituto de Medicina e Diagnóstico conta com equipes de diversas áreas de atuação médica e em 14 especialidades. Isso representa um atendimento completo, no qual os profissionais realizam consultas, exames complementares e procedimentos voltados tanto ao diagnóstico quanto ao tratamento.
O InMeD foi fundado em 2008 e funciona no Recanto das Emas, cidade no Distrito Federal, em uma localização privilegiada. O Instituto é considerado um centro clínico que oferece ambiente amplo e confortável para atender o paciente de forma responsável e humanizada.

Consultas e informações:

(61) 3434-0800 e Whatsapp (61) 995751178.

Menu