Mioma uterino: saiba como diagnosticar e tratar

Mioma uterino é um tumor benigno, formado pelo tecido que reveste o útero por dentro, e que costuma acometer mulheres em idade reprodutiva. Pode evoluir de tamanho rapidamente ou ficar estável por muito tempo.  

Cerca de 75% das mulheres que têm mioma não apresentam sintomas, mas quando aparecem são caracterizados pelo aumento do fluxo menstrual, dor na região pélvica, alterações no fluxo urinário, anemia, entre outros. Podem ter relação com o volume ou com o crescimento para dentro da cavidade uterina, que resulta em sangramento anormal. 

Embora ainda não haja uma causa específica para o surgimento de miomas, seu desenvolvimento possui relação com hormônios, como progesterona e estrogênio. Por isso, é comum que ele reduza após a menopausa, quando caem os níveis desses hormônios na corrente sanguínea.

Fatores de risco, como histórico familiar, menarca precoce, alimentação inadequada, não ter tido filhos anteriormente e idade menor que 50 anos também contribuem para o surgimento do mioma uterino.

Conheça os tipos e saiba como são feitos o diagnóstico e os tratamentos.

Tipos de mioma uterino

 O mioma uterino pode ocupar qualquer parte do corpo útero, podendo ser classificado como:

  •  Mioma pediculado: pode se desenvolver tanto para fora quanto para dentro do útero e fica ligado por um fino cordão, o pedículo;
  •  Mioma intramural: é o tipo mais comum e cresce dentro da musculatura do útero;
  •  Mioma submucoso: fica alojado na cavidade uterina. É o tipo de menor incidência, mas pode causar inflamações e dificuldades na gestação por alterar a circulação sanguínea no local;
  •  Mioma em parturição: situado no canal cervical;
  •  Mioma intraligamentar: localizado no espaço entre tubas uterinas, ligamento ovariano e corpo uterino.

Diagnóstico de mioma uterino

O ginecologista pode perceber a presença do mioma a partir de exames ginecológicos de rotina. Mas para que haja a confirmação do diagnóstico e sejam obtidas informações mais precisas sobre os tecidos internos, o ginecologista solicita uma ecografia pélvica transvaginal. 

Tratamentos para mioma uterino

Para que o tratamento seja definido, o ginecologista leva em consideração a existência ou não de sintomas e a idade. A partir disso, é possível determinar se o tratamento será feito com o uso de medicamentos ou se será necessária uma intervenção cirúrgica para retirada do mioma (miomectomia) ou retirada de todo o útero (histerectomia).

Sobre o InMeD

Fundado em 2008, no Recanto das Emas, o Instituto de Medicina e Diagnóstico (InMeD) é o primeiro centro clínico da região. Crescemos em estrutura, especialidades, exames, profissionais e convênios, com a missão de tornar a saúde acessível a cada vez mais pessoas, e hoje estamos também no Samambaia Sul. Nosso compromisso é promover a qualidade de vida da população, a partir de um atendimento médico ético, humanizado e de qualidade. Agende seu horário: (61) 3434-0800 | (61) 99575-1178 (WhatsApp) | inmedconsulta.com.br

Leia também

Marque sua consulta ou exame no InMeD

Menu