Amputação como consequência de diabetes: como prevenir

O diabetes é uma doença que vem crescendo por todo o mundo, sendo uma das causas mais comuns da amputação de pernas e pés. Grande parte dessa consequência é precedida de uma ulceração nos pés, que pode ser prevenida ou tratada adequadamente, evitando complicações.

Por conta de uma lesão chamada neuropatia diabética, é comum que haja perda de sensibilidade dos membros inferiores. Com isso, são afetados inicialmente os dedos dos pés e depois outras áreas.

Vale destacar que, no caso de pessoas diabéticas, o menor machucado pode infeccionar e levar a um quadro grave de gangrena, ocasionando risco de amputação.

Como prevenir a amputação por consequência de diabetes

Em primeiro lugar, é importante prevenir a ulceração. Para isso, as pessoas com diabetes devem estar atentas a cuidados básicos, como:

  • Examinar diariamente os pés;
  • Secar cuidadosamente os pés após o banho;
  • Manter a pele sempre hidratada;
  • Utilizar meia de algodão;
  • Usar sapatos fechados.

Se houver ulceração, ou o paciente já tiver uma ferida, é importante tratar o quanto antes, com medicamento e curativo adequado, evitando complicações.

Importância do diagnóstico precoce de diabetes

É importante que o diagnóstico precoce de diabetes seja efetuado. Dessa forma, é possível evitar suas complicações. Então, fique atendo aos sintomas:

  • Urinar excessivamente;
  • Sede excessiva;
  • Aumento do apetite;
  • Perda de peso;
  • Cansaço;
  • Vista embaçada ou turva;
  • Infecções frequentes, principalmente de pele.

Sobre a Clínica InMeD

A Clínica InMeD cuida da saúde e da qualidade de vida da população. Atualmente, oferece atendimentos no Recanto das Emas e Samambaia Sul, com o propósito de tornar a saúde mais acessível a um número cada vez maior de pessoas. Isso com um atendimento profissional, ético, humano e personalizado.

Nas unidades, é possível contar com endocrinologistas capacitados para o tratamento de diabetes, prevenindo suas complicações. Confira qual a clínica mais próxima de você e agende sua consulta.

Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes

Menu